Espaço do aluno:

Notícias

Quem ou com quem? Professor de português ensina a usar o pronome

@Fonte: Exame

Quarta, 27 de janeiro de 2021

Observe a seguinte sentença:

“Este é o profissional quem eu conversei na reunião.”

Há algo estranho? Quando o substantivo antecedente é pessoa (no caso acima, o termo profissional), o pronome relativo “quem” virá acompanhado por preposição.

Em nossa Língua Portuguesa, usa-se “quem” em referência a pessoas ou grupo de pessoas. Apesar disso, é válido anotar sobre o uso de prosopopeia ou animismo na literatura, quando “objetos, coisas” são personificados:

“O dinheiro, de quem se fez escravo, cavou-lhe antes do tempo a sepultura.”

A concordância do verbo com este pronome se efetua, a princípio, na 3ª pessoa do singular:

“Sou eu quem responde pelos meus atos.”
“Sou eu quem agradece por tudo.”
“Somos nós quem arca com as despesas.”

Acima, usei “a princípio” para tal concordância, uma vez que há reconhecimento da concordância com o pronome pessoal, muito comum em construções enfáticas:

“És tu quem mereces reconhecimento.”
“Somos nós quem a fazemos.”