Espaço do aluno:

Notícias

Jogos e brincadeiras: construindo pontes para o futuro

@Fonte: Diario de Pernambuco

Quarta, 06 de fevereiro de 2019

Nesta primeira semana de fevereiro, as 309 escolas do Recife dão as boas vindas aos mais de 90 mil estudantes para o ano letivo de 2019. Diante do desafio de conduzir as atividades pedagógicas deste ano, a Rede Municipal de Ensino do Recife, através de votação, escolheu como tema “Jogos e brincadeiras: Construindo pontes para o futuro”. E quem disse que brincadeira é apenas coisa de criança?

Desde 2017, o ‘brincar com qualidade’ é levado muito a sério nas nossas mais de duas mil salas de aula, quando passaram a ser adotados na rede os Programa Brinqueducar para a Educação Infantil, além dos Projetos Mente Inovadora e Olimpíada de Jogos Digitais e Educação (OJE) para os estudantes de Anos Iniciais e Finais. As iniciativas buscam estar em sintonia com o programa Escola do Futuro, criado pelo prefeito Geraldo Julio, com fomento à adoção de práticas estimulantes e diferenciadas em classe.

As brincadeiras fazem parte da prática pedagógica, e a interação das crianças com os recursos lúdicos é fundamental para o processo de ensino e aprendizagem, pois estimula, entre outros aspectos, o desenvolvimento da psicomotricidade das crianças e jovens, além da socialização e da criatividade, bem como de suas competências socioemocionais.

No Brinqueducar, as crianças de zero a cinco anos dispõem de playgrounds completos que compõem os parquinhos das unidades de Educação Infantil, que também receberam 40 mil brinquedos e jogos educativos como fantoches, quebra-cabeças, instrumentos musicais de brinquedo, blocos lógicos com peças geométricas, jogos alfabéticos e de memória; brinquedos relacionados aos animais, partes do corpo humano e alimentos; jogos de damas e matemáticos.

Estes recursos também são imprescindíveis à Educação Inclusiva, onde mais de quatro mil estudantes com transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação usufruem de Atendimento Educacional Especializado dentro das mais de 120 salas de recursos multifuncionais disponíveis hoje na rede. Outra iniciativa dentro do programa é a formação profissionalizante de Brinquedista para profissionais e alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O Mente Inovadora, por sua vez, associa a utilização de jogos em sala de aula, cuja metodologia se ampara em princípios na Neurociência com o objetivo de estimular o desenvolvimento de habilidades cognitivas, emocionais, sociais e éticas, além estimular a tomada de decisões e resolução de problemas, com desenvolvimento do pensamento criativo. Como resultados imediatos, estudantes da Prefeitura do Recife já são bicampeões na Olimpíada Nacional de Raciocínio Lógico.

Na Olimpíada de Jogos Digitais e Educação (OJE), a gamificação de conteúdo visa fomentar a busca pelo conhecimento de forma lúdica para que os estudantes aprendam se divertindo, numa linguagem mais próxima da realidade dos jovens. Hoje, a plataforma digital beneficia cerca de 12 mil estudantes do 6º ao 9º ano matriculados nas 36 escolas de Anos Finais do Recife.

Com a adoção do ‘brincar saudável’ e da utilização de jogos em classe, a Secretaria de Educação do Recife visa promover uma verdadeira transformação no método de ensino-aprendizagem e através da qual nossos estudantes possam se tornar agentes protagonistas de suas próprias jornadas, que sejam alunos engajados e que desenvolvam memória de trabalho, raciocínio lógico e atenção, além de aprender a lidar com tarefas, trabalho em equipe e cooperação. Uma escola instigante e criativa que prepara as próximas gerações que irão construir o futuro da cidade do Recife.