Espaço do aluno:

Notícias

Projeto Educação: palavras parecidas em português e espanhol têm significados diferentes

@Fonte: G1

Quarta, 31 de outubro de 2018

Nesta quarta-feira (24), o Projeto Educação traz dicas de espanhol com a professora Carol Bello. Ela responde a perguntas sobre gênero de los substantivos, heterogenéricos e palavras parecidas em português e espanhol, mas que possuem significados completamente diferentes.

As questões foram enviadas por estudantes, através do WhatsApp da TV Globo. A primeira pergunta foi feita por Abel Leonardo. "Minha principal dúvida em espanhol é gênero de los substantivos", disse o estudante.

A dica da professora de espanhol Carol Bello para identificar o gênero dos substantivos é olhar as palavras periféricas, aquelas que estão ao redor dos substantivos, como numerais, adjetivos e pronomes demonstrativos ou possessivos.

"Esses termos, quando acompanham o substantivo, precisam concordar com ele em gênero e número. Na prova do Enem, como ela é basicamente tratada com textos, você volta ao texto e verifica esses termos. Se eles estão no singular ou plural e, dentro da sua dúvida, se eles estão no masculino ou no feminino", explica a professora Carol Bello.

Uma outra dúvida foi enviada pelo estudante João Miguel. "Gostaria de saber um pouco mais sobre os heterogenéricos", pediu o estudante.

Segundo Bello, heterogenéricos são aquelas palavras que mudam de gênero de um idioma para outro. No caso de português e espanhol, como as línguas são parecidas, essas palavras acabam causando confusão para quem não conhece os termos.

Nesses casos, além de também seguir a dica de observar as palavras periféricas, a professora aconselha que os alunos observem também algumas terminações específicas de palavras em espanhol. São elas:

Terminações em 'aje' são palavras masculinas. Ex.: el viaje, el coraje, el paisaje
Terminações em 'umbre' indicam palavras femininas. Ex.: la costumbre, la vislumbre
Terminações em 'or' indicam palavras masculinas. Ex.: el color, el dolor
"Normalmente, essas palavras todas em português tem outro gênero. Então vale ficar ligado também nessa dica", diz a professora.

Outras duas perguntas sobre termos heterosemânticos foram enviadas pela estudante Ingrid Beatriz, terceiranista da Escola Técnica Estadual Miguel Batista, no bairro da Macaxeira, na Zona Norte do Recife, e pelo estudante Paulo, da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Senador Paulo Pessoa Guerra, no bairro de Tejipió, na Zona Oeste da capital pernambucana.

"Como eu posso identificar no texto a existência de um heterosemântico?", questionou Ingrid.
"Tenho dúvida no héterosemântico", disse Paulo.
Os heterosemânticos são, segundo Bello, palavras que são possuem a grafia parecida nos dois idiomas, mas possuem significados completamente diferentes. Um exemplo é a frase: "Los cachorros de mi gato brincan en la oficina".

A maioria das palavras da frase, apesar de possuirem semelhança com outras em português, não têm o mesmo significado. Essas palavras precisam ser observadas na prova para que o estudante não caia na chamada "casca de banana".

A professora de espanhol explica que a palavra 'cachorros' no idioma significa, na verdade, filhotes. Já a palavra 'brincar' significa pular, e a palavra oficina quer dizer escritório.

A frase, então, pode ser traduzida como "Os filhotes do meu gato pulam no escritório". "É difícil, desafiante, mas ao mesmo tempo muito legal", diz a professora de espanhol Carol Bello.

Nesses casos, a dica da professora é ter mais acesso ao idioma, fazendo mais leituras e ouvindo mais músicas, por exemplo, para aumentar o vocabulário e conseguir compreender melhor essas palavras em todo um contexto.

"A prova de espanhol é basicamente de texto, então quanto mais você lê, mais você vai aprender essas palavras", conclui a professora de espanhol Carol Bello.

Participe
A novidade da 14ª temporada do Projeto Educação é que os estudantes podem mandar perguntas ao time de professores. Os interessados devem enviar um vídeo para o WhatsApp da TV Globo, no número (81) 98181.2222, com a #educacao. É importante que o vídeo seja gravado com o celular deitado, na horizontal, para facilitar a visualização.