Espaço do aluno:

Notícias

Qual a importância da leitura na educação infantil? Saiba estimular esse hábito.

@Fonte: G1

Sexta, 10 de agosto de 2018

Você sabia que o amor que seu filho pode ter pela literatura depende exclusivamente de você? Promover o bom relacionamento das crianças com os livros e fazer da leitura um hábito pode transformá-los em cidadãos mais críticos e criativos. E essa relação deve começar antes mesmo que os pequenos decifrem o alfabeto ou vão para a escola. Em casa, no dia a dia, é onde esse vínculo se torna cada dia mais estreito.

E isso trará maior facilidade na aprendizagem quando ele se tornar estudante. A leitura contribuiu para um desempenho superior em todas as disciplinas, aumenta o vocabulário, melhora a escrita e estimula a imaginação. Como 18 de abril é o Dia Nacional do Livro Infantil, saiba como aproximar ainda mais os pequenos das obras literárias e de todos os benefícios que este costume pode trazer para o seu desenvolvimento.

- Faça da leitura uma rotina
As crianças devem ser inseridas no mundo da leitura muito antes de serem alfabetizadas! Cultive esse hábito no dia a dia, leia para ela antes de dormir, incentive-a a manusear as obras e a entender que aquele pedaço de papel pode ser o combustível para momentos muito divertidos ao seu lado.

- Desenvolva atividades para promover a leitura
Muitas editoras oferecem obras que são apropriadas para bebês, feitas de plástico, cheias de cores e com texturas diferentes. Quando a criança entende que o livro existe para contar histórias, ela começa a se interessar: permita que ela se divirta e deixe os exemplares sempre acessíveis, junto com os brinquedos. Não se esqueça de escolher obras de acordo com a faixa etária da criança. Além disso, você pode levá-la a feiras e bibliotecas para aproximá-la da literatura.

- Instigue a imaginação do pequeno
Os exemplares com ilustrações ajudam muito, pois despertam a imaginação. Faça seu filho relatar o que está vendo nas imagens, peça para contar histórias a você. Busque um tema do interesse dele, para que ele descubra sozinho como a história se desenrola. Você pode pedir até para a criança explicar o que está vendo, fazendo interpretações.

- Debata com seu filho após a leitura
Conversar sobre o livro que ele acabou de manusear, pedir que explique as figuras e comentar a história pode ajudá-lo, lá na frente, a interpretar textos e questões matemáticas com maior facilidade. Lembre-se que ler é refletir, compreender e pensar sobre quais mensagens estão sendo passadas. Estimule seu filho a se sentir desafiado a decodificar o que foi apresentado na história. Uma dica é conversar sobre os personagens, perguntar se o final é do seu agrado, se ele teria outra solução de desfecho… faça com que seu filho construa sentidos.

- Exemplo é importante
Quando a criança percebe o interesse dos pais pelos livros, ela vai seguir o mesmo caminho. Não há nada mais estimulante que o exemplo. No entanto, se mergulhar em obras literárias não está entre os seus interesses, não está na hora de você correr atrás do tempo perdido também? Nunca é tarde para se apaixonar pela leitura!

- Deixe-o ler como quiser
A criança pode sentar e passar por todas as páginas, comentando com você. Ela pode viver esse momento sozinha ou fazer da leitura um grande espetáculo. Já imaginou como pode ser divertido se ela encenar o que está vendo na história? Os momentos lúdicos sempre são ótimos estimuladores da imaginação e da criatividade.

- Procure escolas e creches que combinem com sua rotina

Quando a criança for para a sala de aula é importante escolher instituições que não só façam com que ela leia, mas que incentivem a leitura. O aluno não pode achar que os livros são uma espécie de castigo, pelo contrário. Esse processo precisa ser leve e divertido.